O que você procura
você está no Hospital Quinta D'Or
Hosp Assunção
Hosp Badim
Hosp Bangu
Hosp Barra D'Or
Hosp Bartira
Hosp Caxias D'Or
Hosp Copa D'Or
Hosp e Mat Brasil
Hosp Esperança Olinda
Hosp Esperança Recife
Hosp iFor
Hosp Israelita
Hosp Niteroi D'Or
Hosp Norte D'Or
Hosp Oeste D'Or
Hosp Quinta D'Or
Hosp Ribeirão Pires
Hosp Rios D'Or
Hosp SANTA LUZIA
HOSP SÃO LUIZ
Hosp São Marcos
Hosp Sino Brasileiro
Hosp Villa-Lobos
Mudar hospital

Notícias


30/05/2017 - Vírus da zika já circulava pelo Brasil em 2013


O vírus da zika já circulava pelo território brasileiro mais de um ano antes do registro oficial do primeiro caso da doença no país, em maio de 2015. A conclusão é de uma série de estudos que sequenciaram e analisaram 110 genomas do micro-organismo para retraçar os caminhos e a evolução do zika nas Américas com base em suas mutações desde então, publicada na prestigiada revista científica “Nature”.

 

- O aumento da população global e a globalização trazem este desafio para a saúde pública, com a transmissão de patógenos (agentes causadores de doenças, como vírus e bactérias) numa escala muito mais rápida e maior do que antes na História – lembra Fernando Bozza, pesquisador da Fiocruz e também do Instituto D’Or e outro coautor do estudo central da série na “Nature”.

 

- Já vimos o surgimento de vários patógenos “novos” nos últimos anos, como o próprio zika, o ebola e o H1N1 (um tipo de vírus influenza que ficou popularmente conhecido como “gripe suína”, responsável por uma pandemia em 2009) e provavelmente isso vai continuar ou até aumentar nos próximos anos. Então é essencial estarmos preparados para estas futuras epidemias. E isso só acontece se tivermos um sistema de vigilância ativa com uso da genômica estruturado, pois não é mais um desafio técnico.

 

 

Para ler a íntegra da matéria publicada também no O Globo, clique aqui.